segunda-feira, 3 de novembro de 2008

ADRIANA

Depois de um tempo descansando estou de volta.
Mais algumas poesias minhas.
Abraço

Adriana

Adriana, alma de quem?
Adriana, alma de que?
Alma de quem luta
Alma nada bruta

Adriana, menina linda
Adriana, pele clara
Alma fina
Alma rara

Adriana que veio
Adriana que vai
Tristeza que fica
Alegria que vai

Lembrança que fica
Presença que vai
Presença que vai longa daqui
Lembrança que do coração não sai

Vai viver novas histórias
Num lugar longe daqui
Mas a saudade que vai deixar
Não deixará esquecer as daqui

Gerinho da Terra
Caraguatatuba, 16 de abril de 2008.

2 comentários:

youtube/batman disse...

aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
Todo mininão Heim Gero..
da hora seu blog mano
estarei sempre aki
abrass

Digo® disse...

É, parece que a inspiração atingiu seu estado de êxtase!!

Gero Sam, ARIGATÔ e PARABÉNS!!

Vc é o Massa.

Abç e inté...