quarta-feira, 25 de março de 2009

Depois de muito tempo

Olá pessoal.
Depois de um mês se nada postar aqui volto. Hoje com 3 poesias, mas isso não é fruto de uma produção farta não, pois são poemas antigos.
Faço isso por que espero publicar textos meus que não sejam poesias, mas quero finalizar as minhas poesias antes de começar a publicar os outros. Porque?/ sei lá, pura mania besta de um cara mimado. rsrs
Fazem parte dos meus primeiros poemas, então por favor, são infantis. rsrsrs. Reflexo de minha infantilidade sentimental da época (hj nao saberia dizer se sou mais ou menos adulto rsrsrs).
Beijo e por favor, comentem aqui no blog mesmo.
FUI!!!!!!!!!

AMIGA

A ingenuidade da vida
Lhe fez ser tão minha amiga
Naquele abraço gostoso
Me fez pensar na vida

Uma vez brincando com a morte
Me fez ver quão sou querido
Me fez ver a vida
E dela não querer ser retido

Você minha amiga
Me fez chorar agora
Por um abraço gostoso
Um dos poucos que tive na vida

Hoje eu senti uma vontade
De lutar pelo pouco que tenho de vida
Vontade de ser seu amigo agora
E pelo resto da minha vida

Luís Rogério Gomes Zanuto

18/08/1996
Eu tinha certeza que irira morrer antes dos 25 anos. Talvez querendo imitar algum porra louca como Jim Morrison ou algo paraceido. rsrsrs Que ego não? rsrs

ATÉ QUANDO


Até quando vou esperar ser diferente?
Até quando vou esperar conquistar as coisas?
Até quando vou esperar buscar o que penso?
Até quando?

Quando vou mudar de amor?
Quando vou querer outra mulher?
Quando vou vencer na vida?
Quando?

Porque espero o mundo me dirigir?
Porque espero as coisas acontecerem?
Porque espero ser feliz?
Porque?

É.
O mundo é assim!
É bom ser louco
É bom fazer a vida.

Gerinho da Terra
São Paulo – 04/03/06.

É aquela coisa de adolescente mesmo né. Eita cara imaturo. rsrs

CADÊ MINHA NAMORADA?


Cadê minha namorada?
Perguntei pra Lua e ela não sabia.
Cadê minha namorada?
Perguntei pro Sol e ele não sabia.
Cadê minha namorada?
Perguntei para a Vida e ela não sabia.
Cadê minha namorada?
Perguntei a mim mesmo e eu não soube a resposta.

Gerinho da Terra
Ourinhos 17/08/2003

Nossa, que fossa! Eita solidão viu. rsrsrs Olha o drama desta poesia?? rsrsrs
Atenção mulheres ricas, o cara aí tá disponível. rsrsrs Propostas só serão respondidas com foto e fone. rsrsrs
Beijos.
FUI!!!!!!!!!

2 comentários:

Van disse...

Ahhh, a dolescência......
Essa coisa estranha que fica entre a felicidade e a vida...

Poemas carentes. Você deve ter sido um menino romântico.

;)
Beijucas

rick galdino disse...

"É bom fazer a vida" - Esse trecho, tão pequeno, mas tem um significado tremendo.

O fato de conduzirmos o nosso destino, que para muitos para ser impossível, é o que dá graça à nossa vida.



"A vida é graça plena. A vida é cheia de graça " - Kid Abelha